Você está aqui

EMEF Francisco Araújo

Guarapari, ES

EMEF Francisco Araújo

cidade: Guarapari, ES

Nº de alunos: 700

Percurso I > Tarefa 8

Saber fazer voluntário

Alistando e recrutando voluntários para nosso Exército do Bem

Outubro 9, 2002

O Evangelho afirma em uma das parábolas apresentadas pelo Messias cristão que talento é um dom dado por Deus, como alguém que confia um tesouro a uma determinada pessoa e espera que este agraciado multiplique aquilo que recebera da divindade.

Neste sentido, a mensagem, independentemente da crença de cada um, nos aponta para uma lição que está diretamente ligada à questão do voluntariado, pois àquilo que se recebe como um talento pode e deve ser passado para gerações futuras, perpetuando assim, um conhecimento específico que pode transformar uma vida.

Mas onde podemos encontrar esses talentos? Ou ainda, quem poderá nos transmitir esses conhecimentos?

Foram essas duas indagações que serviram de mola propulsora que mobilizou muitos alunos a avançarem na busca de pessoas para aumentar e engrossar as fileiras do nosso exército de talentosos voluntários.

Em uma dessas entrevistas foi constatado que o pedagogo (Wallace Mariano da Silva) do turno vespertino, que também é formado em Educação Física, já atuou como professor voluntário de judô em uma ONG (SALVAMAR) do bairro e que se dispôs a ministrar aulas deste esporte olímpico para os alunos.

Outro voluntário entrevistado foi o senhor Roberto Carlos, artesão e professor de Caratê, proprietário de uma academia e de uma fábrica de Panelas de Barro em um bairro vizinho (Santa Mônica) e que também se dispôs, dentro de suas possibilidades e demanda de tempo, a ensinar as técnicas de confecção de panelas de barro, além de ofertar aulas desta, que, assim como a primeira, é uma nobre arte marcial.

A professora de Educação Física do vespertino, Mariana Delmondes, possui um talento excepcional pra dança e teatro e também se apresentou como voluntária. Além dela, a professora Monique Fernandes, também de educação física, recém egressa do curso de formação de xadrez, se dispôs a desenvolver um projeto voluntário com esta modalidade.

Foi uma ação bastante produtiva e que motivou sobremaneira nossos alunos, posto que já aguardam ansiosos para as ações que serão oferecidas em 2020.

Fotos