Você está aqui

E.E. Santa Olímpia

São Bernardo do Campo, SP

A escola

E.E. Santa Olímpia

cidade: São Bernardo do Campo, SP

Nº de alunos: 708

Mídias sociais

Percurso I > Tarefa 4

A história coletiva

A História coletiva ou a História Viva

Agosto 16, 2017

A Escola Estadual Santa Olímpia foi fundada em Dezembro de 1962. Reza a lenda que o terreno onde hoje fica a escola foi doado por uma benemérita moradora local, chamada Santa Olímpia (Isso mesmo, não é em homenagem a uma Santa, e sim, ao nome da doadora). Em 2012, após a morte de uma ilustre senhora do Bairro (que fundou um orfanato na região, que abrigava inúmeras crianças), houve uma votação para que a escola mudasse de nome - Passaria, em caso positivo, a se chamar E.E. Mamãe Clory. A comunidade votou por manter o nome original da escola.

Localizada no Bairro Assunção, em São Bernardo do Campo, foi construída dada a demanda por vagas, por conta da oficialização do Bairro, no ano de 1954. Fato importante é que a cidade cresceu de forma rápida e desordenada, graças à implantação da indústria automobilística e da construção das duas vias que cortam a cidade: a Rodovia Anchieta e a Rodovia dos Imigrantes. A grande maioria dos nossos alunos não moram no entorno da escola. Se deslocam, às vezes, por quilômetros para chegar à escola. 

Para conhecer um pouco mais sobre a história da escola, entrevistamos o professor Alberto Visachi, professor de ciências, que é funcionário da escola desde 1986... isso mesmo! Este jovem senhor faz parte da história da escola e como tal, não poderíamos deixar de homenagea-lo.

Segundo o professor Alberto, em alguns aspectos a estrutura da escola foi modificada ao longo dos anos - construção do piso superior, das salas de aula para aumentar a oferta da escola, a idealização e construção do jardim e do laguinho. Ele mesmo participou da criação do laboratório, e de um projeto de reprodução de formigas Saúva, que era apoiado do Instituto Butantã e do Zoológico de São Paulo. Ele conta que ao decorrer desses anos, a oferta da modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos) deixou de existir, assim como o Ensino Regular Noturno. Relata também que no início, a escola atendia os anos iniciais do Ensino Fundamental, passando para os anos finais e somente depois de décadas, o ensino Médio. 

Falou que ao longo dos anos, sentiu a crescente falta de participação da comunidade nos assuntos de interesse da escola e dos alunos, e que também, é notável a diminuição do incentivo financeiro dos governos ao longo dos anos. 

Uma curiosidade sobre o professor Alberto... Além de ser um excelente profissional, ainda é um exímio desenhista!
Contamos também com a ajuda de inúmeros ex-alunos, que nos enviaram suas fotos para compor essa tarefa!
=)

Fotos

A aluna Rayssa entrevista o professor Alberto
Desenho do professor Alberto. Acervo pessoal.
Desenho do professor Alberto. Acervo pessoal.
 Formandos 2011. Acervo ex-aluna Patricia Miranda.
Terceiros 2013 - Visita à FEI. Acervo ex-aluna Michelle Barbosa
Sem data definida (c. anos 2000). Acervo ex-aluna Patricia Alves.
1997. Acervo ex-aluno Wesley Araújo.
Entrada da escola, antes da reforma em 2015
3ºB, turma de 2012. Acervo ex-aluna Thamires Ferro.
Escadaria, nos anos 90. Acervo aluna Maryana.
Laboratório de ciências, anos 90. Acervo professor Alberto Visachi.
Laboratório de ciências, anos 90. Acervo professor Alberto Visachi.
Professor Alberto Visachi, anos 90. Acervo pessoal.
Professor Alberto Visachi, anos 90. Acervo pessoal.